TEODORO, R.; CASCUDO, O.; CARASEK, H. Uso de pulso ultrassônico para avaliação de concretos contendo diferentes tipos de metacaulim de alta reatividade. In: XXXVI Congresso Nacional de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção (ConaEnd), 2018, São Paulo, 10 p.

É cada vez mais frequente e comum o uso de ensaios não destrutivos para avaliação e caracterização de concreto de cimento Portland. Uma técnica bastante consolidada no setor é o emprego de aparelho de ultrassom, em que é possível medir a velocidade do pulso ultrassônico em concreto. As diferentes leituras podem dar um resultado relacionado à homogeneidade do concreto. Dessa forma, ensaios de medição de velocidade do pulso ultrassônico foram realizados em oito tipos de concretos diferentes, sendo duas relações água/aglomerante e três tipos de metacaulim de alta reatividade (além de um concreto de referência, sem adição) a fim de avaliar se o ensaio é capaz de verificar as diferenças  entre esses concretos. Adicionalmente foram realizados ensaios de resistência à compressão e módulo de elasticidade em corpos-de-prova a fim de estabelecer um parâmetro de caracterização dos concretos. Após a análise estatística por análise de variância, os resultados mostraram que o ensaio com ultrassom é capaz de evidenciar diferenças entre os concretos com diferentes relações água/aglomerante. Porém os resultados com três tipos de metacaulim foram diferentes do esperado, sobretudo se avaliados juntamente com a resistência a compressão e módulo de elasticidade, nota-se que não houve correlação entre as propriedades.

CITAÇÃO:

TEODORO, R.; CASCUDO, O.; CARASEK, H. Uso de pulso ultrassônico para avaliação de concretos contendo diferentes tipos de metacaulim de alta reatividade. In: XXXVI Congresso Nacional de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção (ConaEnd), 2018, São Paulo, 10 p.

2018 – TEODORO, CASCUDO, CARASEK – ConaEnd&Iev_441 (Download PDF)